Para os apreciadores de antiguidades, o Centro do Rio Antigo é um programa imperdível. Porcelanas, fotografias antigas, joias, móveis, lustres e outros artigos de decoração: todos esses objetos do passado podem ser encontrados nos antiquários associados ao Polo Novo Rio Antigo ou na Feira do Lavradio, que acontece no primeiro sábado do mês.

 

Na Feira Rio Antigo, a expositora Jussara Maria, que fica na Rua do Lavradio próximo ao Ministério do Trabalho, vende louças, porcelanas e taças coloridas. Muito procuradas, as garrafas de cristal custam R$ 380. Quem procura vitrolas, gramofones e discos antigos, pode encontrá-los na barraca do antiquário Goldberg, na Rua do Lavradio, próximo à Rua do Resende. As vitrolas verdadeiras custam cerca de R$ 2.000 e, as réplicas, saem por R$ 500. Já a expositora Ioná da Silva vende bolsas e malas antigas, bijuterias, panos de mesa de crochê e tricô na Rua do Lavradio, em frente ao Ministério do Trabalho.

 

Os lugares mais procurados para comprar móveis e objetos decorativos são os antiquários da região. Um dos mais tradicionais da Rua do Lavradio é o Armazém 161 (na foto, localizado no número 161), que, desde 1992, trabalha com lustres, abajures e espelhos. Já o Mercado Moderno (Rua do Lavradio, 66) é especializado em mobiliário moderno e contemporâneo brasileiro. A galeria recebe clientes aficionados por design, arquitetos, designers de interiores e colecionadores que podem apreciar um conjunto único de móveis, peças únicas e objetos raros, garimpados pelos proprietários. O Mobix (Rua do Lavradio, 128) é especializado em mobiliário, peças de arte e decoração das décadas de 50, 60 e 70. A loja conta com oficina de restauro própria.